NOSSA MÚSICA BRASILEIRA - Um evento pioneiro no Brasil!

O Nossa Música Brasileira é um evento idealizado pela Missão Jovens da Verdade e por vários músicos no afinco de resgatar e valorizar a música brasileira feita por cristãos.

Jovens da Verdade

"Com ele queremos louvamos e honramos o Artista Maior: nosso Pai, o Criativo Criador. Queremos levantar vozes e mãos aos céus em gratidão pelas nossas raízes e nossa identidade cultural.

São dias onde conversamos sobre a nossa fé e a nossa cultura assentados ao redor de uma rica mesa regada pela comunhão e pela música popular brasileira feita por cristãos. Como bem sabemos, nem sempre isso é possível entre irmãos, por causa da maneira cruel como as nossas raízes foram negadas, e até mesmo demonizadas, por uma teologia não contextualizada que nos antecedeu.

Uma festa da alforria! Nela participam alguns nomes representantes desse movimento de resgate da cultura musical brasileira".

Data: 29 à 31 de Agosto 2008

Músicos:

  • Carlinhos Veiga
  • João Alexandre
  • Roberto Diamanso
  • Gerson Borges
  • Stênio Marcius
  • Silvestre Kuhulmann
  • Glauber Plaça
  • Baixo e Voz
  • Banda Ágape
  • Shirley Espindola
  • E muito mais...

Palestra: Ariovaldo Ramos

Realização
Missão Jovens da Verdade.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça

Saiba mais sobre: http://www.jovensdaverdade.com.br/eventos/musica_brasileira2008.html

Postado por MC3 NA PAUTA.

4 comentários:

16 de outubro de 2008 19:48 Bruno disse...

O NMB expressa um verdadeiro resgate das nossas raízes musicais, a remissão de nossa cultura através do Evangelho genuíno, a manifestação de um ajuntamento maravilhoso de artistas que devotaram suas vidas e dons pra glória de Deus.
Que ótimo!

16 de outubro de 2008 20:21 Ronaldo J. Barbosa disse...

Realmente Bruno. Eventos como esse são importantes uma maior visibilidade dessa manifestação da Glória de Deus através de talentos, poesia e musicalidade.

Aliado a isso, o trabalho de “formiguinha” como o que fazemos aqui e em outros espaços virtuais ou mesmo reais, solidificam essa cultura de expressão de amor, louvor e adoração inteligente, consciente, espiritual e contextualizada.

Vamos orar e trabalhar para que outros eventos como esse surjam e que mais cristãos sejam despertados para essa realidade.

17 de outubro de 2008 13:22 Bruno disse...

Sim, exatamente, Ronaldo.
Oremos para que haja cada vez mais espaço que abrigue este ramo brasileiro da música cristã, da contextualização tão necessária...
No Rio de Janeiro, ainda há muito o que fazer em relação a isso, mas já existem igrejas que estão abraçando aos poucos a idéia, e isso já é um progresso.
Assim que conheci o Silvestre Kuhlmann, ele me disse que no RJ há um grande paradoxo entre o título de "terra da bossa, do samba e do chorinho" e a pobre música "gospel" que é vendida por aqui... Tive que concordar.
A nossa parte, porém, vamos fazer com alegria, e creio que em breve vamos colher os frutos deste trabalho valoroso!

17 de outubro de 2008 14:18 Ronaldo J. Barbosa disse...

Já estamos colhendo os frutos Bruno, esse papo nosso é a prova disso!

Um Abraço!

Postar um comentário

OBRIGADO POR ACESSAR O MC3 NA PAUTA, SUA PARTICIPAÇÃO E CONTATO SÃO MUITO IMPORTANTES...
Descreva aqui o seu comentário, a sua opinião ou outras informações juntamente com seu contato por e-mail e/ou telefone para que aumentemos nossa rede de amigos e assim formemos um intercâmbio para troca de informações e no caso de eventos relacionados à MC3, divulguemos os mesmos com maior eficiência.

Escolha sua identidade e clique no ícone “POSTAR COMENTÁRIO” para confirmar sua postagem.

Caso não queira ou não possa escolher nenhuma das “IDENTIDADES” sugeridas, marque a opção “ANÔNIMO”, mas deixe seu nome e contato.

Grato,
MC3 NA PAUTA.

 

Esse Espaço Também é Seu

Contamos com todos os amantes da boa MC3 para enriquecer esse espaço. Descreva na área destinada a comentários a sua opinião. No espaço “CADASTRE-SE NO BLOG MC3 NA PAUTA”. deixe seu contato por e-mail para que aumentemos nossa rede de amigos e assim formemos um intercâmbio para troca de informações e no caso de eventos relacionados à MC3, divulguemos os mesmos com maior eficiência.